A mulher está cada vez mais inserida na sociedade, no mercado de trabalho, muitas são provedoras sozinhas de família, mas seu reconhecimento ainda está aquém de seu potencial.

A cultura patriarcal está enraizada de tal forma que até mesmo mulheres, muitas vezes, reproduzem falas machistas e discriminatórias, sem se dar conta do quanto isso as prejudica.

São tantas demandas impostas externamente, tantos papéis a serem desempenhados, donas de/da casa, mãe, esposa, ocupando postos no mercado de trabalho, cargos de liderança, nos cobramos alta performance em todos, no entanto há muito ainda a se discutir sobre esses papéis, considerando a visão e o tratamento da sociedade para as mulheres e os homens.

Além disso, é preciso ressaltar que organicamente, as mulheres são diferentes, reagem de formas diferentes, têm uma natureza cíclica muito pouco conhecida delas mesmas, pois isso é tão pouco discutido, que muitas vezes, elas mesmas tentam se igualar aos homens, sem se dar conta do quanto isso abala sua energia psíquica, emocional, mental e física.

A mulher se distanciou de sua natureza, sua ciclicidade e sua Energia yin e está pagando um preço alto, somatizando estresse, ansiedade, fadiga mental, insônia, além de outras enfermidades.

Como diz Tara Mohr em seu livro Ouse Crescer ” O apoio, a educação e o sucesso que, de alguma maneira, eu desfrutara não tinham aumentado minha autoconfiança, não me haviam impulsionado na busca pelos meus sonhos. Em vez disso, eu me sentia imobilizada pela sensação de fracasso e inibida pela impressão de não ser competente o bastante….Ao longo dos anos, eu observara, em sucessivas ocasiões, como a voz das mulheres era pouco ouvida no mundo, e, agora, percebia o lado de dentro dessa dinâmica.”

O equilíbrio entre vida pessoal e profissional, estresse, falta de tempo, problemas financeiros, questões de saúde, relacionamentos… A Roda de Conversa será um momento de troca, de compartilhamento para falarmos sobre esses temas e para o desenvolvimento de uma escuta empática para percebermos que não estamos sozinhas em nossos conflitos e que a troca e o apoio externo pode nos fortalecer.

A atividade será pautada em reflexão e atividade prática, trocaremos algumas experiências e meditaremos juntas para fortalecer nossa Energia Feminina e faremos uma atividade de arteterapia. Acesse o link e se inscreva.

Recomendações:

  • O encontro será realizado em formato online.
  • Escolha um local apropriado para a participação no evento.
  • Deixe uma garrafinha de água ou seu chá preferido ao lado para evitar saídas.
  • Use saia ou vestido e traga uma echarpe ou chalé.
  • Se você gosta de velas, incensos, aromas, cristais, uma plantinha, traga-os para perto, em nosso encontro.
  • Utilizaremos recursos de arteterapia e meditação.
  • Providencie papel sulfite A4, giz de cera a óleo e caneta para anotações.