• Experimente um momento de acolhimento, autocuidado, equilíbrio emocional e bem-estar
  • Refletindo sobre o papel feminino na sociedade, resgatando sua autoimagem e a autoestima

Comemoramos no dia 8 de março, o Dia Internacional das Mulheres. Uma data para celebrar as conquistas femininas na sociedade, política e economia.

A proposta dessa Oficina é um olhar reflexivo sobre o Ser Mulher. Para que cada vez mais mulheres ocupem seus espaços, despertem sua voz, resgatem seu autoamor e autoestima.

Através de atividades expressivas e diálogos, reforçamos a importância do empoderamento feminino. Descobrindo que somente a partir da apropriação de quem somos de fato é que podemos transitar com mais independência em qualquer situação.

Tudo realizado em um ambiente seguro e acolhedor, no qual possamos dialogar e resgatar a Essência Feminina, promovendo bem-estar e relações mais saudáveis e harmoniosas.

Materiais utilizados: sulfite A4 e giz pastel à óleo ou lápis de cor

Benefícios em se trabalhar com Mandalas: ela é um símbolo universal encontrado em todas as civilizações e significa círculo sagrado. Ela pode ser vista como um Centro – um Círculo mágico.

Carl Jung foi quem introduziu seu uso, para ele, os desenhos eram reflexos do seu estado mental e ele associava a mandala com o Self, que na psicologia analítica é visto como o centro da personalidade. Em sua visão, a mandala mostra o impulso natural para se experenciar a Integralidade do Ser.

“Na medida que conseguia traduzir as emoções em imagens, isto é, ao encontrar imagens que se ocultavam nas emoções, eu readquiria a paz interior. Se tivesse permanecido no plano da emoção.” JUNG, C.G.

A arteterapia é esse olhar transformador das emoções em imagens.